Segunda-feira, 11 de Maio de 2009
102º) Cónego "Traquina"? Tás a gozar !

Quem não se lembra do Diácono Remédios ?

 

 

Sim, esse mesmo:

cinzentão, com marcante sotaque do "nuórte" criado por Herman José !

 

Hoje ficará a conhecer as façanhas de outro "irmão" de profissão,

mas bem  mais ousado que o "Remédios"... leia com atenção :

 

Crise. Crise. Crise. Todos falamos dela. Todos a sentimos. Mas há quem não fique de braços cruzados e meta mãos à obra na ajuda aos que mais necessitam. Na semana em que o Patriarcado de Lisboa apresentou o projecto “Igreja Solidária”, o JORNAL W dá-lhe a conhecer (... ) casos de paróquias que apostaram na ajuda alimentar, médica e financeira para fazer face à crise.

 

“Eram cada vez mais as pessoas a bater-nos à porta. Tínhamos de fazer algo”. Isabel Dias Pinheiro, de 62 anos, é a responsável pelo recém inaugurado “Refeitório de Nossa Senhora do Amparo”, da paróquia de Benfica. Esta nova valência de auxílio aos mais carenciados foi criada há cerca de um mês e meio em resposta à crise económico-financeira. “Esta ideia nasceu porque começaram a bater-nos à porta do centro social pessoas que, devido à situação de crise económica do país, se viram confrontadas com o despedimento e que por isso vivem situações muito complicadas”.

O pároco de Nossa Senhora do Amparo, cónego José Traquina, fez o apelo aos leigos e reuniu desde logo uma equipa. Utilizando os meios que o centro social paroquial dispõe, e com o apoio de voluntários, a paróquia tem conseguido garantir refeições a 15 pessoas em declarada necessidade. “É servido um almoço, tanto quanto é possível, farto, que inclui uma sopa, um prato, uma peça de fruta, um cafezinho e até um bolinho – enfim, um miminho – porque muitas vezes são até pessoas que têm vergonha da sua nova condição”, alerta Isabel Dias Pinheiro.

Aberto de segunda a sexta-feira, à hora do almoço, o refeitório vive do voluntariado e do trabalho dos leigos. “Neste momento, estamos cerca de quatro, cinco voluntários por dia. Eu, porque sou reformada, estou em permanência, e depois as outras pessoas vêm uma ou duas vezes por semana”. Não se pense, contudo, que este é um serviço prestado apenas por pessoas reformadas. Isabel conta que os jovens universitários também dão a sua colaboração: “Conseguimos mobilizar alguns jovens universitários que dão um apoio absolutamente excepcional, que têm um carinho com as pessoas e uma alegria de viver contagiantes”.

A criação do “Refeitório de Nossa Senhora do Amparo”concretiza-se no ano em que a igreja paroquial faz 200 anos e é, nas palavras do cónego José Traquina, “mais uma ousadia da Caridade na longa tradição da paróquia de Benfica no apoio aos mais pobres”.

(fonte : Jornal Voz da Verdade)

 

"G'anda cónego traquinas" : A malta respeita-te bué !!

(P. Alfacinha agrees)

 

 


sinto-me: VIVÓ CÓNEGO TRAQUINA !
música: Venham mais cinco, Zeca Afonso

publicado por P.Alfacinha às 19:08
link do post | comentar | favorito
|

."Alfacinha" cosmopolita
.Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
27
28
29

30
31


.Fazer olhinhos